01
Estação de tratamento de esgotos da Emicol economiza 15 mil litros de água por dia
26 de fevereiro de 2016
01
Emicol desenvolve válvula com alta vazão para lavadoras de roupa
26 de fevereiro de 2016

Indústria do interior paulista trata e reutiliza seu esgoto para economizar água

01

Indústria Mecânica São Carlos utiliza esgoto tratado como água de reuso e economiza 2.000 litros de água potável por dia

 

A preocupação ambiental e a crise hídrica levaram a Indústria Mecânica São Carlos (IMSC), da cidade de Elias Fausto, no estado de São Paulo, a investir em tratamento de esgotos e assim economizar dois mil de água potável por dia.
A Indústria Mecânica São Carlos Ltda (IMSC), que faz usinagem de peças e montagem de conjuntos para a indústria automotiva, construiu a nova sede da empresa, de forma sustentável e com boas práticas ambientais. Desde que se instalou na cidade de Elias Fausto (SP), há três anos e meio, mesmo antes da crise hídrica, a empresa construiu uma estação de tratamento de esgotos para produção de água de reuso e um sistema de captação de água da chuva, este último com capacidade de 1.200m3 de armazenamento.
Essas ações garantiram o certificado ISO 14001 e hoje, a estação de tratamento de esgotos, projetada pela Brasworld Engenharia, produz economia de dois mil litros de água potável por dia, operando com um terço de sua capacidade.
O projeto da Ind. Mecânica São Carlos foi concebido pela Brasworld Engenharia www.brasworld.net com a finalidade de alcançar um alto nível de qualidade no tratamento, para que pudesse ser implantado também um sistema de reuso do efluente tratado em atividades que não necessitam de água potável, principalmente na descarga das bacias sanitárias dos banheiros. O reuso controlado de água é um importante instrumento a gestão de recursos hídricos. A utilização de esgotos tratados é uma tendência mundial, em virtude do presente quadro de escassez e da má distribuição de água.
Em operação desde 2002 a Estação de Tratamento de Esgotos da IMSC tem capacidade para atender uma população de 350 funcionários e alcança um índice de tratamento de aproximadamente 99% da remoção de poluentes e 100% da remoção de microrganismos.
Para garantir a segurança sanitária da água antes do reuso, foi adotada a desinfecção por ultravioleta como último item do tratamento e adição de cloro na rede de utilização, como garantia extra desta segurança. “Hoje a utilização da água de reuso compreende 30% da quantidade de água utilizada na empresa, assim diminuímos a extração de água de aquíferos da natureza realizada pelos poços artesianos e utilizamos a água proveniente deles apenas para usos nobres, como a produção de alimentos no refeitório, bebida e higiene pessoal dos colaboradores da empresa” afirma Albert Leite, engenheiro de processos da IMSC.

02

Aeradores

“O grande diferencial dessa estação de tratamento de esgotos está na simplicidade da tecnologia empregada na transformação do esgoto em água de reuso, com baixo custo por metro cúbico tratado e mínimo consumo de energia”, destaca Marcelo Pohlmann engenheiro responsável pelo projeto. Para isto foi adotado a utilização de apenas um aerador Cachoeira de 1CV, fabricados pela Emicol.
O Aerador Cachoeira é constituído por um rotor horizontal tipo escova montado em flutuadores capaz de produzir intensa correnteza e atingir elevadas taxas de incorporação de oxigênio com baixo consumo de energia. Podem ser utilizados no tratamento de esgotos sanitários e de efluentes industriais, além de lagos ornamentais e piscicultura.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *